Notícias

Acesse o conteúdo disponível da área de Inscrição e Registro:

Últimas Notícias

Saúde bucal na infância; a importância das primeiras consultas Odontológicas

Atentar-se aos cuidados na fase inicial da vida é a melhor forma de manter os dentes saudáveis no futuro

No Dia das Crianças é importante ressaltar a necessidade das consultas odontológicas desde a primeira infância. Assim, o comprometimento dos pais em relação à higiene bucal, os cuidados com a dentição dos seus filhos e o acompanhamento como o Odontopediatra é fundamental.

O ideal é que acompanhamento odontológico comece na gestação, para que a criança não tenha problemas futuros com a saúde bucal, e siga até a fase adulta.

Para a Cirurgiã-Dentista Dra. Miriam Petrella Re, Odontopediatra e membro da Câmara Técnica de Odontopediatria do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), a alimentação é um dos pilares importantes para uma gravidez saudável.

“É necessário ter orientação no consumo de alimentos, evitando-se os açucarados. Também alertar sobre as alterações hormonais que ocorrem na futura mamãe, para que ela não desenvolva doenças periodontais, como as famosas gengivites, dentre outras, devido à alteração dos níveis de progesterona e cortisol que podem aumentar o sangramento gengival. No caso de gestantes fumantes, o cuidado na higiene bucal deve ser dobrado, pois o índice de problemas gengivais é aumentado, podendo nascer crianças de baixo peso e com problemas no desenvolvimento dentário”.

Dentição

As primeiras erupções dentárias do bebê ocorrem por volta dos 6 meses. Nesta fase, os pais precisam ficar atentos para atender aos procedimentos de higienização, com orientação do Odontopediatra, utilizando escovas de cerdas macias ou extramacias e de tamanho adequado para a idade da criança, com pastas dentais fluoretadas e na quantidade de aproximadamente 1 grão de arroz.

Informação

Entre as valiosas dicas da Dra. Miriam Petrella, pode-se citar a amamentação correta, que auxilia na prevenção de sucção digital (hábito chamado quando o bebê coloca o dedo na boca) e também reduz a necessidade do uso de chupeta. Desta forma, diminui a chance das más oclusões dentárias (desalinhamento dentário).

Dra. Miriam Petrella salienta a necessidade de higienização dentária assim que o primeiro dentinho irromper, e esta deve ser feita principalmente no período noturno, quando há maior atuação das bactérias da cárie dentária, devido à diminuição salivar. “Se os dentes de leite são bem higienizados, os permanentes nascerão saudáveis”, conclui a especialista.

Achou interessante esta notícia? Compartilhe!
Facebook
WhatsApp
Email
Telegram
CROSP
Enviar para o WhatsApp

Imprensa

Contatos:

Telefones:
(11) 3549-5550 / (11) 99693-6834