Notícias

Acesse o conteúdo disponível da área de Notícias:

Últimas Notícias

No Dia Nacional de Combate ao Câncer, o CROSP reforça a importância da prevenção contra o câncer bucal

Novembro é um mês repleto de datas que reforçam a importância de combater o câncer. O dia 27, em especial, marca a mobilização nacional em prol do combate à doença. A data foi estipulada por meio da Portaria do Ministério da Saúde MS/GM nº 707/ 1988, com o objetivo de alertar e estimular a prevenção do câncer.  

Na ocasião, o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) destaca os cuidados necessários para evitar a doença e, em alguns casos, promover o diagnóstico precoce do câncer de boca, para o qual estimam-se 15.100 novos casos por ano, sendo 11.180 em homens e 4.010 em mulheres (para cada ano do triênio 2020 2022). Além disso, os registros mostram 6.338 mortes, por ano, relacionadas a esse câncer, sendo 4.878 homens e 1.460 mulheres (2021 – Atlas de Mortalidade por Câncer – SIM).      

O Cirurgião-Dentista e membro da Câmara Técnica de Odontologia Hospitalar do CROSP, Dr. Denis Zangrando, esclarece que o câncer bucal é uma condição séria que pode afetar lábios, língua, gengivas e outras partes da cavidade oral. O Dr. Denis observa que a prevenção desempenha um papel crucial na redução do risco de desenvolver essa doença. Segundo ele, a maneira mais eficaz para prevenir esse tipo de câncer é promover a saúde da boca. O Cirurgião-Dentista destaca algumas medidas preventivas:

Evite fatores de risco

– O tabagismo e o consumo excessivo de álcool são fatores de risco significativos para o câncer bucal. Parar de fumar e reduzir a ingestão de álcool contribuem significativamente para a prevenção.

– Limitar a exposição ao sol e usar protetor labial podem prevenir o câncer nos lábios.

Adote uma dieta saudável

– Uma dieta rica em frutas e vegetais fornece nutrientes essenciais que fortalecem o sistema imunológico e ajudam na prevenção do câncer.

– Evitar o consumo excessivo de alimentos processados e açúcares é benéfico para a saúde bucal. 

Realize autoexame e pratique a conscientização

– Conhecer o próprio corpo é vital. Qualquer alteração persistente na boca, como feridas que não cicatrizam ou mudanças na cor dos tecidos, deve ser avaliada por um

profissional de saúde.

– A conscientização sobre os sintomas do câncer bucal aumenta a probabilidade de detecção precoce.

“Em resumo, a prevenção do câncer bucal envolve práticas diárias de higiene oral, visitas regulares ao Cirurgião-Dentista, evitando fatores de risco, mantendo uma dieta

saudável e promovendo a conscientização. Essas medidas simples podem desempenhar um papel significativo na redução do risco de desenvolver câncer bucal, contribuindo para uma vida saudável e longa”, enfatiza o Dr. Denis. 

Fique atento aos sintomas

Os principais sinais que devem ser observados são:

● Lesões (feridas) na cavidade oral ou nos lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias, que podem apresentar sangramentos e estejam crescendo;

● Manchas/placas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, céu da boca ou bochechas;

● Nódulos (caroços) no pescoço;

● Rouquidão persistente.

Nos casos mais avançados observa-se:

● Dificuldade de mastigação e de engolir;

● Dificuldade na fala;

● Sensação de que há algo preso na garganta;

● Dificuldade para movimentar a língua.

No caso de anormalidades, o Cirurgião-Dentista recomenda que se procure um profissional da saúde para realizar o diagnóstico, tratamento e acompanhamento pós-tratamento.

Achou interessante esta notícia? Compartilhe!
Facebook
WhatsApp
Email
Telegram
CROSP
Enviar para o WhatsApp

Imprensa

Contatos:

Telefones:
(11) 3549-5550 / (11) 99693-6834