Notícias

Acesse o conteúdo disponível da área de Notícias:

Últimas Notícias

Dia das Mães: confira as principais dicas para conciliar saúde bucal e rotina corrida

O perfil da mulher moderna mudou e, consequentemente, também o das mães. Um de seus maiores desafios é conciliar várias demandas. Os cuidados destinados à família, ao lar, ao trabalho e à vida social fazem com que elas “deixem para depois” ou para “último plano” os cuidados com sua saúde, incluindo a saúde bucal. Sem contar que ainda se preocupam em se apresentar como uma verdadeira Mulher-Maravilha ao final de todas essas atividades. 

Para celebrar o Dia das Mães com saúde e leveza, o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) reuniu algumas dicas e orientações com o objetivo de que elas consigam incluir na sua rotina o autocuidado com a saúde bucal para que continuem a cumprir tantas missões. 

A Doutora em Odontologia Restauradora, especialista em Dentística e membro da Câmara Técnica de Dentística do CROSP e do Grupo Brasileiro de Professores de Dentística (GBPD), Profª Dra. Andréa Anido Anido, lembra que a prevenção é a melhor forma de manter a saúde bucal. 

“Consultar o Cirurgião-Dentista regularmente é muito importante para que você possa receber orientações sobre a melhor técnica de higiene, escova, fio, creme dental e soluções auxiliares. Ele ainda pode auxiliar no diagnóstico precoce de doenças sistêmicas que se manifestam inicialmente por alterações bucais. Também determinará ações para evitar a instalação da cárie dental e os problemas com a saúde da gengiva”. 

De acordo com a Dra. Andréa, as principais formas de prevenção da cárie dental, frequentemente, passam pelas mãos dessas mulheres superpoderosas: alimentação saudável e higienização bucal. 

A especialista detalha que, desde que os filhos nascem, as mães oferecem alimentos saudáveis, o que se inicia pelo aleitamento materno, responsável, inclusive, por aumentar a imunidade contra microrganismos causadores das doenças. Segundo ela, a dieta balanceada, rica em fibras e com pouco açúcar (sacarose) é importante para a saúde de uma forma geral, mantém os dentes saudáveis e reduz a possibilidade de ter cárie. 

“São as mães que introduzem, executam, estimulam e treinam suas crianças para realizar uma boa higiene bucal. A higienização bucal adequada reduz os microrganismos causadores das doenças bucais. Além disso, quando ela faz a higienização de forma correta e assídua, serve como exemplo para que os filhos também a executem”.  

Confira as principais dicas que podem ajudar as mães a manter a higiene bucal em dia: 

• Quando a correria for muito grande e você prevê que não terá muito tempo para a refeição e higiene bucal adequadas, opte por alimentos protetores como queijos, amendoim e castanha-do-Pará, que elevam o pH da boca; peixes, que são fonte de cálcio e vitamina D, que atua na absorção e fixação do cálcio no esmalte dental; os que ajudam na autolimpeza dos dentes, como a maçã, cenoura e até a goma de mascar sem açúcar – que pode auxiliar na medida em que aumenta a produção de saliva (regula o pH da boca), evita a desmineralização do esmalte dental e produz atrito que reduz a quantidade de placa bacteriana aderida nos dentes.

• Usar escovas dentais apropriadas para seus dentes e não esquecer da região entre eles (com fio ou fita dental ou, ainda, com escovas interdentais indicadas para esse fim).

• Bochechos com soluções auxiliares podem reduzir a ação dos microrganismos e remineralizar o esmalte dental.

 

Existem alguns hábitos que as mães podem evitar para reduzir impactos da rotina acelerada na saúde bucal:

 

• Evite a associação de alimentos ácidos com açúcar; isso reduz potencialmente o pH da boca e desmineraliza o esmalte dental, que pode ser removido se você utiliza escovas dentais com cerdas mais consistentes. 

• Não faça a escovação aplicando força sobre a escova, fio ou fita dental, isso causa desgaste nos dentes e traumas gengivais. 

• Não utilize palitos dentais, eles causam mais agressões à sua boca do que ajudam na higiene.

Por fim, a especialista alerta que a ansiedade e o estresse são alguns dos fatores causadores do apertamento e ranger dos dentes e do hábito de roer as unhas, que provocam desgaste das estruturas dentais, problemas de oclusão (relação de mordida entre os dentes superiores e inferiores) e, consequentemente, podem levar à fratura e perda dos dentes. Dra. Andréa finaliza com um importante recado para as mães: “Lembre-se: mãe não precisa ser o tempo todo uma heroína! Reserve um tempo para cuidar da sua saúde, deixe que o Cirurgião-Dentista cuide de você também!”

 

Achou interessante esta notícia? Compartilhe!
Facebook
WhatsApp
Email
Telegram
CROSP
Enviar para o WhatsApp

Imprensa

Contatos:

Telefones:
(11) 3549-5550 / (11) 99693-6834