Notícias

Acesse o conteúdo disponível da área de Notícias:

Últimas Notícias

CROSP recomenda atendimentos odontológicos em casos de urgência e emergência; proteção dos órgãos públicos aos profissionais é fundamental

Diante do aumento de casos
confirmados do novo coronavírus (Covid-19) no país, e tendo também em vista o
registro das primeiras mortes em São Paulo de pacientes infectados com o
patógeno, o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) recomenda que
os profissionais de saúde bucal priorizem o atendimento odontológico de
urgência e emergência.

O CROSP enviou ofício ao Conselho de
Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (COSEMS
/SP) solicitando o
adiamento da realização de atendimentos eletivos nos serviços odontológicos no
serviço público. No documento, o Conselho também solicita:

– Fornecimento de todos os
equipamentos de proteção individual à equipe de saúde bucal (CD, TSB e ASB);

– Reorganização do processo de
trabalho nos serviços, com a garantia da continuidade do atendimento dos casos
de urgência odontológica e o adiamento de procedimentos eletivos, com
produção de aerossol;

– Maior espaçamento entre os
atendimentos para garantir a adoção das medidas de biossegurança necessárias,
visando a preservação da saúde dos usuários e dos profissionais; adiamento de
atendimento de pacientes com sintomatologia sugestiva de COVID-19;

– Afastamento do trabalho de
profissionais com problemas de saúde.

É importante lembrar que os órgãos
públicos que têm poder constitucional para definir e regulamentar o atendimento
à saúde são o Ministério da Saúde e as Secretarias Estaduais de Saúde. Vale
ressaltar que o Conselho vem atuando junto aos municípios para que as medidas
sejam adotadas em total conformidade com o rigor da ética odontológica.

O CROSP vai participar, na tarde
desta quarta-feira, 18/03, da reunião da diretoria do COSEMS, que pautou o tema
do atendimento odontológico. Devido à atuação do CROSP junto à diretoria do
COSEMS, a entidade de secretários de saúde assumiu o compromisso de levar as
recomendações do CROSP para apreciação do comitê de crise do Governo do Estado
de São Paulo para gerenciamento do coronavírus, coordenado pelo infectologista
David Uip.

Recomendações aos profissionais

O CROSP segue orientando os
profissionais das redes pública e privada e atuando em proximidade com os
órgãos públicos que são os responsáveis pelas políticas de atendimento à saúde,
solicitando que tomem as medidas necessárias para proteger a saúde da população
e dos profissionais da Odontologia.

A recomendação do
CROSP é que os profissionais que atuam no setor privado reorganizem seus
processos de atendimento e fiquem atentos às orientações técnicas de restrição
parcial ou total de funcionamento, decorrentes do avanço da pandemia e de novas
orientações por parte do Governo Federal e Estadual.

Ao atender os pacientes, os
profissionais devem reforçar as medidas preventivas de biossegurança indicadas
pelos órgãos sanitários, além de utilizar os equipamentos de proteção
individual (EPI).

A recomendação do CROSP é uma medida
de enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do novo Coronavírus
(Covid-19). A autarquia também ressalta que o profissional deve manter a calma
e acompanhar as orientações do Ministério da Saúde.

Medidas para atendimentos que se
façam necessários

A(o) cirurgiã(o)-dentista deve seguir
as medidas preventivas citadas abaixo para prevenir a contaminação do ambiente
odontológico, bem como do profissional e do paciente:

      Isolamento respiratório com o uso de
máscaras cirúrgicas N95 ou trocá-la a cada duas horas para evitar a perda da
eficácia, no caso de máscaras habituais.

      Utilizar avental descartável, luvas e
óculos de proteção. O uso dos equipamentos de proteção individual (EPI) deve
ser priorizado.

      Lavar frequentemente as mãos,
principalmente antes e depois de atender o paciente.

      Após cada atendimento, realizar a
desinfecção de todos os ambientes de trabalho, pois o vírus pode ser
transportado pelos aerossóis e sobreviver nessas superfícies por mais de nove
dias.

      Cuidados redobrados com o manuseio de
modelos e moldes para efetiva desinfecção.

      Evitar cumprimentos como beijos ou
aperto de mão.

      Seguir rigorosamente todos os
procedimentos do manuseio para limpeza e esterilização dos instrumentais para
evitar que o vírus seja propagado.

O CROSP também divulgou a todos os
inscritos um boletim informativo com orientações para prevenção ao Covid-19.
Confira o conteúdo completo: 
http://www.crosp.org.br/uploads/publicacoes/1b04ced6d0d25f44e625ab7f4818946b.html

Seguir as comunicações oficiais

O CROSP tem acompanhado diariamente
as recomendações divulgadas pelo Ministério da Saúde e orienta que todas(os) as(os)
profissionais fiquem atentas(os) aos informes publicados pelo órgão. Os
materiais visam orientar as(os) profissionais de saúde e a população para
evitar a propagação do vírus. Acesse o site oficial: 
https://coronavirus.saude.gov.br/

O órgão também realiza diariamente,
às 16h, uma coletiva de imprensa para atualizar a situação do Covid-19 no país.
A transmissão é feita no perfil oficial do Ministério no Facebook:
https://www.facebook.com/minsaude

É possível acompanhar a confirmação
de casos do Covid-19 na plataforma disponibilizada pelo ministério: 
http://plataforma.saude.gov.br/novocoronavirus/

Achou interessante esta notícia? Compartilhe!
Facebook
WhatsApp
Email
Telegram
CROSP
Enviar para o WhatsApp

Imprensa

Contatos:

Telefones:
(11) 3549-5550 / (11) 99693-6834