Notícias

Acesse o conteúdo disponível da área de Notícias:

Últimas Notícias

39º CIOSP: saúde mental de ASB e TSB é tema da programação cientifica do evento

No último dia do 39º CIOSP, sábado (2), a professora, psicóloga e especialista em Gerência da Saúde, Simone Mattos, palestrou sobre o tema: “Transtornos psicológicos e emocionais que influenciam a atuação do Auxiliar de Saúde Bucal (ASB) e Técnico em Saúde Bucal (TSB) durante a pandemia”.

Simone explicou que devido a todos os acontecimentos no período, principalmente no início dos contágios, quando não se sabia muito sobre a doença, essa situação gerou medo nas pessoas, mudanças de comportamentos e distanciamento social, e isso contribuiu para que o ser humano desenvolvesse angústia e ansiedade, sintomas que podem se transformar em transtornos mentais.

Segundo a psicóloga, transtorno mental é tudo aquilo que afeta a mente, o equilíbrio das relações sociais e afetiva das pessoas; afeta a relação com o trabalho e o aprendizado também.

Os transtornos são divididos em duas linhas: neurose (aqui a pessoa ainda continua com sua realidade) e psicose (perde contato com a realidade).

O que propicia uma pessoa a desenvolver um transtorno ou não é a sua relação com a infância. “É através do contato que nós temos com o primeiro grupo social, com a nossa família. A nossa família nos passa valores e aprendizados de como lidar com as coisas. Então, a família vai dar segurança ou vai levar aquela criança à insegurança”, disse Simone Mattos.

Simone pontua que para identificar se há algum problema relacionado à saúde mental dos TSB e ASB é preciso identificar se o profissional apresenta mudança no comportamento e humor. Ela classifica em quatro fases essa mudança: alerta, resistência, quase exaustão e exaustão. E quando o indivíduo chega a exaustão é quando adoece.

A palestrante reforça que é preciso estar atento aos sinais do corpo e finaliza seu conteúdo dizendo que para amenizar o desenvolvimento desses transtornos é preciso aprender a ter inteligência emocional, e ela é separada em inteligência interpessoal e inteligência intrapessoal. Além disso, o indivíduo precisa criar percepção de suas emoções, fazer uso delas, entendê-las e controlar e transformar as suas emoções.

Achou interessante esta notícia? Compartilhe!
Facebook
WhatsApp
Email
Telegram
CROSP
Enviar para o WhatsApp

Imprensa

Contatos:

Telefones:
(11) 3549-5550 / (11) 99693-6834